segunda-feira, junho 05, 2017

Internautas rejeitam festa em enquete e prefeito comprará ambulância.

O prefeito de São Bento, no Sertão, Jarques Lúcio (DEM), já tem a sua resposta. A população escolheu por grande maioria de votos a compra de uma ambulância, ao invés da realização de uma festa junina. O evento ocorreria em julho, mantendo a tradição da cidade de realizar o São João fora de época. Foram 11.779 votos a favor da compra do veículo para ser usado na área de saúde e 1.598 pedindo a reedição da festa. A enquete se estenderia até o fim de semana, segundo o gestor, mas foi encerrada ainda na última sexta-feira (2). O tema gerou muita polêmica na cidade e o site da prefeitura chegou a ficar fora do ar por causa da grande procura dos internautas para votar. A pergunta feita na enquete era a seguinte: “O prefeito quer saber: com relação ao “Arraiá balançando a rede”, o que você prefere?”: “Prefiro a Festa” ou “Prefiro Transporte para a Saúde”. No primeiro momento, por pequena vantagem de votos, a opção pela festa ganhava. Depois de o assunto ganhar destaque no Jornal da Paraíba e no G1 (inclusive nacionalmente), o site chegou a sair do ar por causa dos acessos e o placar virou. Lúcio decidiu fazer a consulta depois de ouvir manifestações efusivas de pessoas a favor e contra a festa. Ele, particularmente, revelou que preferia reforçar o atendimento à saúde no município, mas pediu para que a revelação fosse feita apenas após o fim da votação. O prefeito também é médico e atua na área. R$ 100 mil Jarques Lúcio revelou que a festa ocorre todos os anos, sempre em julho. A previsão era que fosse gasto R$ 100 mil em três dias de festividade. O dinheiro, segundo o prefeito, é o suficiente para comprar uma nova ambulância ou outros três veículos para atuar no transporte de pacientes de hemodiálise e fisioterapia. O dinheiro arrecadado com o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), entre janeiro e abril deste ano, revela Jarques, foi utilizado para comprar veículos para a cidade. Deu para adquirir uma ambulância, duas vans e um Fiat Pálio com esse dinheiro. Todos são utilizados na área da saúde. Lúcio explicou que os cofres públicos da Prefeitura de São Bento dispõem destes R$ 100 mil e sua aplicação vai depender da vontade da população.
.